João Pessoa, 23 de Agosto de 2017

19 de Junho de 2017

Associação investigada pelo MPF faturou quase R$ 2 mi da PMJP

Associação investigada pelo MPF faturou quase R$ 2 mi da PMJP

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar supostas irregularidades na Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) em relação a contratação de entidade de consultoria com dispensa de licitação. A entidade contratada seria a Associação para o Desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia (Scientec) e já teria faturado, só em contratos com a preeitura de João Pessoa, quase R$ 1,5 milhão.

A contratação da entidade, conforme documentos publicados no Diário Eletrônico, foi feita com o objetivo de elaborar um plano municipal de saneamento, segundo Portaria da Promotoria publicada no Diário Oficial Eletrônico da última quarta-feira (14).

De acordo com Portal da Transparência da PMJP, a contratação do serviço foi realizada, em sua maioria, através do orçamento da Superintendência de Limpeza Urbana (Emlur) da PMJP e acontecem a pouco mais de 1 ano.

Ainda na página do Portal da Transparência, a Scientec aparece como recebedora do valor de R$ 1.442.446,76.

 






PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.